registos, leituras, ecos, palavras, imagens, gestos, passos de dança e ensaios de voo...
aromas e sabores que (a)guardo carinhosamente





quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

assim tu

 
(photo by Sophie0305 in deviantART)

flocos de neve
que se derretem
no rosto:
desejos,
sonhos e ilusões.

um amor
sem tempo,
sem distancia
e sem medo.

um querer
que me excede,
um desejo
que suprime obstáculos,
uma paixão
sem data.

o sorriso
que guardo no peito
e que solto
quando respiro fundo;
o calor
que me aquece
quando sacudo
a neve dos cabelos que pinto
para lhes avivar o perfume;

o sol
que nasce
nos dias cinzentos
quando as nuvens
se esquecem
de ter forma
e me pedem
que as molde...

contigo...
desenho
arco-íris,
desertos e fontes;

voo
entre as estrelas
que iluminam
o teu olhar
quando soletro
palavras de carinho
ao teu ouvido;

danço
ao som do vento
e das flores
que rebentam
a terra
junto aos pés descalços

1 comentário:

brisa de praia disse...

mt bonito! o poema está musical.