registos, leituras, ecos, palavras, imagens, gestos, passos de dança e ensaios de voo...
aromas e sabores que (a)guardo carinhosamente





terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

pérola minha, uma amizade que tende para infinito

(Photo in deviantART)

manto branco
e a poesia dos corpos
neve em flocos salpicada
por pérolas vermelhas de paixão
jarra de cristal
na transparência e na dor
os brincos de prata
e o silêncio que é de oiro

repousa no teu peito a
sede do toque
a pressão dos dedos
na pele
num abraço

nós lassos que se apertam
e sempre, sempre
o vento branco
no verde do céu
pintado com azevinho tinto

palavras com resposta
eu e tu