registos, leituras, ecos, palavras, imagens, gestos, passos de dança e ensaios de voo...
aromas e sabores que (a)guardo carinhosamente





domingo, 2 de maio de 2010

dias e mães

escrevo num misto de raiva e dor. sentimentos confusos e dolorosamente avassaladores antecipadamente conhecidos, mas ainda assim, inevitáveis. avalanche de contradições a que voluntariamente(?!) me submeto neste dia da mãe que a cada minuto me recordam... e que se repetirá em oito dias!... dias da mãe que sou - sabendo-me mãe perdida e solitária, quantas vezes insatisfeita e irascível (particularmente em momentos como este)... dias da mãe que tenho - deprimida e só, infinitamente triste e desiludida com a vida (com a vida que tem, com a vida que teve, com a vida que vislumbra...)... dias da mãe adolescente que é a minha filha - apaixonada pelo seu rebento, mas contrafeita com as responsabilidades precoces e intransmissíveis que a sufocam... dias da mãe que desoladamente perdi há ainda tão poucos dias, mas que foi desde sempre o meu exemplo por excelência de maternidade assumida, educadora, companheira, conselheira, presença constante em cada curva do meu caminho, na alegria e na tristeza durante toda a sua vida... dias da mãe que sempre desejei ser (vontade que Deus cedo concretizou na minha vida) - sim, porque constituir família sempre foi o meu maior anseio, apesar da aparente incoerência dos sentimentos que acabo de expor... dias da mãe que não me deixam esquecer... o tanto que ficou por fazer, a minha insignificância, a minha incapacidade de ser mais e melhor... dias que demoram a passar!

20 comentários:

b ú z i o disse...

Ivy, feliz dia tb para ti, obrigada pelo teu bjinho q retribúo com votos sinceros de mta felicidade na tua vida!

pensa na Tua Mãe como um Anjo que vos vela, protege e guia. :)

fica bem, e come um chocolatito qd te sentires mais down

BlackQuartzo disse...

Não esperes pela morte. Vive.

ivy disse...

búzio,
a mãe que perdi, foi minha mãe duas vezes, foi a minha avó materna, a mulher que me educou e com quem vivi na minha infância, a que me contava histórias e ensinava renda de bilros, me penteava os caracóis - apesar dos meus sonoros protestos, e levava ao parque e à praia, a que cozinhava os meus pratos favoritos, me fazia arroz doce e roupa nova pelos anos, se sentava junto à minha mesa de cabeceira quando eu estava doente, a que não dormia enquanto lhe não desse um beijinho... uma mulher pequena de estatura, mas gigante no meu coração! Hoje não sei será um anjo ou uma estrela... mas enquanto viveu, FOI, e vivirá para sempre no meu coração.

Perdoa o desabafo, talvez melodramático, mas... imparável!

Continuação de bom domingo (o meu parece não acabar)

beijinho e obrigada

ivy disse...

BQ,
meu amigo de cristal, quantas vezes me pergunto isso mesmo... não esperarei eu demasiado (por vezes sem saber muito bem o que espero...), não deveria eu abraçar a vida com maior leveza... afinal, a morte chega sempre demasiado cedo... mesmo quando acontece depois dos oitenta.

beijinho e obrigada por me leres, por me animares, pela tua presença amiga neste mundo virtual onde circulo.


p.s.- leva a cadela à rua mas não a deixes tocar no "verdinho à pressão"... ;)

NunoG disse...

um beijo especial para a mae especial que sei que es!!!

b ú z i o disse...

Ivy, bom dia.
As perdas físicas são, em certos casos, eternos ganhos no coração.
Todas as tuas lembranças, todo o teu amor faz da tua Avó eternidade e acredita, é luz que te guia, vela e protege (quer seja anjo ou estrela).
E sim, vive com a magia que a vida ainda tem - nos pequenos-grandes detalhes, nos impresvistos, surpresas, gestos, sorrisos, maresias e sonhos.

bj grnd :)

b ú z i o disse...

ó Ivy, a propósito do comentário que me deixaste - tu já pescaste?!... :) conta lá, estou curiosa. bj

ivy disse...

hihihi!

pescar, só à linha... mas nasci em Peniche, e mesmo sem pertencer a uma família de pescadores cedo me enamorei por eles...(:p) e a pesca da sardinha é de facto um espectáculo digno de todos os amantes do mar...

se conseguires combinar com um mestre de uma traineira, o melhor dia é à sexta-feira para não correres o risco de não virem a terra caso a pescaria seja fraca, eles levam-te com prazer!

pena estar tão longe, ou combinariamos já o teu baptismo marítimo ;)


beijinho desta amiga de Peniche

não-anónimo disse...

Subscrevo as palavras do BlackQuartzo.

:)



[gosto do Jazz]

não-anónimo disse...

' You're not alone '

ivy disse...

Nuno,
obrigada pelo teu simpático comentário... este domingo já passou, veremos como será o próximo...!!!


beijinho

ivy disse...

não-anónimo,
eu também gosto muitooooooooooo!!! :D



beijinho musical

não-anónimo disse...

Contente por isso.


[gosto quando gargalhas]

ivy disse...

e o que eu gosto de gargalhar...! (principalmente acompanhada)



:D

não-anónimo disse...

Gargalhemos, então.

:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D:D
:D:D:D:D:D:D:



:D

ivy disse...

:D







beijinho de boa noite

não-anónimo disse...

outro, de Bom Dia.

ivy disse...

fixe!!! beijinhos dois-em-um!!!


;)

b ú z i o disse...

bom dia, Ivy!

eu passei parte da minha infancia na praia do baleal - q adoro; comendo aquelas sardinhadas perto dos barcos acabados de pescar; trazíamos peixe congelado óptimo e a bom preço e guardo no coração a praia da consolação, onde cheguei a ver na presença dos meus avós (anjos q tenho) a procissão da nossa sra dos pescadores - não sei se é assim q se chama à padroeira de peniche.

curiosamente, o mestre q conheço é de peniche e faz o trajecto com a lota de cascais. :)

realmente é pena estares longe, combinávamos já um programa giro e passava-te essa tristeza mas olha, qd vieres a pt, combinamos ok?

bj grnd
(e sim, amigos de peniche não...lolol)

ivy disse...

:D

a festa de que falas é a da Sra. da Boa Viagem, e calha (quase) sempre nos meus anos (:P)

gostas de percebes??? e de ouriços do mar? gostas de apanhar lapas? costumas visitar as Berlengas? hummm o que eu gosto da minha terra...!!! acho que tínhamos conversa para horas!

beijinho